Bruce Lee

 
Foto: VciBlogue
   
   Bruce Lee é considerado por muitos como o maior praticante de artes marciais do século XX. Não entraremos nesta questão, mas de fato sua história e técnica são impressionantes. Contudo poucos sabem da parte filosófica do “Dragão”.
   Se o mestre era expert em Jun Fan Gung Fu (literalmente Kung Fu de Bruce Lee), suas idéias podem muito bem ser usadas para o aperfeiçoamento do lutador de jiu-jitsu. Vejamos, a primeira abaixo poderia muito bem ser usada por Roger Gracie:
“O objetivo a ser desenvolvido não é realmente nada de especial. É meramente a simplicidade, a habilidade de expressar a técnica mais adiantada com o mínimo de esforço. Sofisticar não é ornamentar.” (Bruce Lee)

   O opinão de Hélio Gracie de que “a faixa ser para segurar as calças”, era bem similar a de Bruce Lee:

“Eu não tenho nenhum tipo de faixa, qualquer que ela seja. A faixa é apenas um tipo de certificado. Para que ela serve? A menos que você possa fazer a coisa, a faixa não quer dizer nada. Eu acho que ela dever ser usada apenas para segurar as calças, pois para isso ela foi feita.” (Bruce Lee)

    Quando Rorion Gracie criou o UFC e mostrou ao mundo a eficiência do jiu-jitsu perante a outras artes marciais ,parecia estar realizando uma profecia de Bruce:

"Para mim 99% desse negócio de autodefesa oriental é besteira. É jazz ornamental. É bom, mas não funciona." (Bruce Lee)

   Será que Marcos Ruas ouvira Bruce Lee ao revolucionar o vale-tudo dominado técnicas de artes marciais variadas:

Foto: Yuddy.com
"Se um jogador de tênis joga pingue-pongue para melhorar seus reflexos, ninguém irá chamá-lo de traidor ou dizer que ele está menosprezando as tradições de sua arte. Mas, se um artista marcial procura atualizar seus métodos de treinamento, buscando em outras atividades esportivas, como a esgrima e o boxe, certas téc­nicas que o aprimorarão, não é visto com bons olhos pelos seus companheiros. Já é tempo do verdadeiro ar­tista marcial abandonar esse modo estreito de encarar as coisas. Qual o objetivo da arte marcial? Digo eu — desenvolver urna técnica eficiente que permita ao ar­tista marcial sair-se bem em urna luta real — note bem, eu disse luta real e não confronto esportivo. Ora, se o seu treinamento leva você a atingir esse objetivo, o que importa nomes de golpes, fazer ou não fazer Katas, ter ou não urna faixa preta, ostentar ou não um diploma na parede? Importa apenas SER OU NÄO SER (To Be or not To Be) UM ARTISTA MARCIAL.” (Bruce Lee)

Você acha que as lutas dos filmes de Bruce Lee revelam seu estilo como lutador real? Não se engane:

“Oscript pode exigir que Kato aplique alguns chutes devastadores na cabeça dos vilões. Isso é apenas para efeito dramático. Qualquer marginal com um conhecimento primário de defesa pessoal desequilibraria vocês se tentassem usar suas pernas dessa forma. O Kung Fu real exige urna linha de ataque bem mais inteligente. Algumas das técnicas usa­das por Kato não são as que eu pratico. Principalmente as de chutar ou saltar. Meus chutes no Kung Fu real são baixos e visam à canela e o baixo-ventre." (Bruce Lee)

Mas chega de “especulações” e comparações, vamos a mais pura filosofia... Ao deleite...

"Para compreender as téc­nicas físicas você deve aprender que elas contem una porção de movimentos coordenados. Isso pode pa­recer bastante desajeitado para você, porque urna boa técnica incluí mudanças rá­pidas, grande variedade e velocidade. Colocar a essência, o coração das artes marciais em seu próprio coração e tê-la como parte de si mesmo, significa urna compreensão total e o uso de um estilo livre. Quando obtiver isso, saberá que não existem limitações para Você." (Bruce Lee)
 
Foto: MoneyAccumulator.com
"Deixa de pensar como se não estivesses deixando. Ob­serva as técnicas como se as não observassem. Não há ensinamento fixo. Tudo o que posso lhe dar é um remédio certo para uma indisposição determinada." (Bruce Lee)
 
"Para que possamos nos tornar diferentes do que nos somos, devemos ter alguma consciência do que nos so­mos. Isto não implica num crescimento diário, mas num decrescimento diário — tire fora o que não for essencial." (Bruce Lee)
 
"Não há nada melhor do que o estilo livre na prática de qualquer arte combativa. Deve-se usar um equipamento de proteção adequado e entrar firme. Então você pode aprender a coordenação e a distancia correta para os chutes, socos etc.... O melhor parceiro é o bem forte, que nada sabe — o doido que vem com tudo — arranhando, agarrando, socando, chutando etc...."
(Bruce Lee)
 
"Isso é comportamento não estilizado. Você fez o que veio naturalmente. Não perdeu tempo, apenas apanhou a carteira no ar. Não se agachou, não soltou um Kia, não ficou na posição do cavalo ou qual­quer das posições clássicas antes de apanhar a cartei­ra. Se o tivesse feito não a teria apanhado. Em outras palavras, quando alguém te agarrar, soque-o! Não faça qualquer movimento desnecessário ou sofisticado. Se o fizer levará urna paulada e, numa briga de rua, perderá a camisa." (Bruce Lee)
 
"Ao fazer urna estátua o escultor não adiciona massa ao seu trabalho. Na verdade, ele retira todo o desnecessário até que se revele a verdade, sem obstruções. Assim, ao contrário do ensinamento dos estilos organi­zados, ser bom não significa adicio­nar mais. Significa minimizar. Em outras palavras, ex­cluir o desnecessário. Não é um acréscimo diário e sim um decréscimo diário." (Bruce Lee)
 
"A arte é a expressão real do ser. Quanto mais com­plexo e restrito for o método, menos oportunidades haverão para a expressão do sentido original de liberdade. Lembrem-se, estão expressando as técnicas e não fazendo as técnicas. Se alguém os atacar, sua reação não é a técnica n. ° 1, posição n. ° 2, seção 4, parágrafo 5. Ao invés disso, mova-se simplesmente — como o som e o eco — sem qualquer deliberação." "Urna postura pessoal é o objeto de urna efetiva organização interior do corpo, que pode ser obtida apenas através de longa e bem dis­ciplinada prática." (Bruce Lee)
 
“A simplicidade é a distancia mais curta entre dois pontos." (Bruce Lee)
 
"A inteligência é algumas vezes definida como a capacidade do individuo adaptar se as circunstancias ou adaptar as circunstancias às suas necessidades." (Bruce Lee)
 
"Rolando as mãos tanto em harmonia quanto em con­traste, os praticantes cultivam a energia fluente." (Bruce Lee)
 
"A vitória, mesmo antes do combate, está para aquele que não tem pensamentos voltados para si próprio, permanecendo na consciência da grande origem. No coração do homem que con­trola seus pensamentos e emoções, nem sequer o tigre encontra espaço para introduzir suas garras ferozes."(Bruce Lee)
 
“Antes de estudar arte, um soco para mim era apenas como um soco, um chute apenas como um chute. Depois que estudei a arte, um soco não era mais um soco, um chute não era mais um chute. Agora que compreendi a arte, um soco é apenas como um soco, um chute apenas como um chute.” (Bruce Lee)
 
“Esvazie sua xícara primeiro, só então você poderá provar meu chá. Afinal de contas a utilidade da xícara está em poder esvaziar-se. Abra sua mente para receber novas idéias.” (Bruce Lee)
 
“Empenhar-se ativamente para alcançar determinado objetivo dá à vida significado e substância. Quem quiser vencer deve aprender a lutar, perseverar e sofrer.” (Bruce Lee)
 
“Covarde não é aquele que evita um combate, covarde é aquele que mesmo sabendo que é superior luta e fere o mais fraco.” (Bruce Lee)
 
“Você e o seu oponente são um só. Há uma relação de coexistência entre vocês. Você coexiste com seu oponente e torna-se complemento dele, absorvendo-lhe os ataques e usando a força dele para vencê-lo.” (Bruce Lee)
 
Foto: Wallpapergate
 

Pesquisar no site

© 2010 Todos os direitos reservados.

Criar loja online Webnode